Smartphone Nokia Lumia 1520

Publicidade
>>>> Assista a nossa entrevista com a Gerente de produtos da Nokia

Gosta de smartphone com tela grande? O mercado já tem alguns, como o Xperia Z Ultra, o Xperia Z ou o LG G Flex. Todos utilizam o sistema Android. Mas há opções para Windows Phone também. Já fiz o review do Lumia 1320, que tem tela de seis polegadas. E hoje o review é sobre o Lumia 1520, também com tela de seis polegadas, mas com configuração um pouco melhor e uma câmera mais sofisticada.

Design e acabamento


As dimensões realmente chamam a atenção. Ele mede 16,3 centímetros de altura por 8,6 cm de largura e 0,87 cm de espessura. O peso é de 209 gramas. Sim, ele fica grande na mão e operá-lo com apenas uma das mãos é meio complicado dependendo do ponto que você precisa acessar na tela. Mãos pequenas sofrerão, é fato. Mas para quem gosta de telas grandes e do sistema Windows Phone, está aqui uma opção criada pela Nokia.

Apesar das dimensões, a Nokia não alterou o design bem conhecido da família Lumia. Os cantos são arredondados e a parte de trás também adota curvas, mas não há tampa removível. O acabamento é clean, monobloco. O material utilizado é o mesmo do Lumia 920 e 820, que é o policarbonato. É um tipo de plástico que já é moldado com cor, portanto, se o telefone sofrer arranhões ou cair, ele nunca vai ficar de outra cor. Além disso, este material oferece bastante resistência.

A parte frontal não tem botões físicos e o vidro cobre toda a frente. Apenas três botões sensíveis ao toque estão na parte de baixo da tela e são retro-iluminados, mas só acendem quando usamos o telefone. Quando está desligado, a parte frontal tem visual muito clean, pois a frente é toda lisa e na cor preta.

Configuração


O Lumia 1520 usa processador Qualcomm Snapdragon 800 com quatro núcleos e frequência de 2,2 GHz uma GPU (processador gráfico) Adreno 330, também da Qualcomm. A memória RAM tem capacidade de 2 GB e o armazenamento interno é de 32 GB, expansível com cartões microSD. O acesso ao chip SIM e ao micro SD fica no lado esquerdo do aparelho, por meio de pequenos slots quase invisíveis, pois eles acompanham o design curvo da lateral e são muito discretos. Para abrir os slots é necessário a ferramenta pontiaguda que acompanha o produto.

O Lumia 1520 já vem com o Windows Phone Black instalado (mais detalhes sobre ele adiante). A bateria de 3400 mAh (ótima capacidade) é selada e não pode ser removida. A câmera de 20 MP vem com flash dual LED e faz vídeos em 1080 linhas (full HD). A câmera frontal faz fotos em 1,2 MP e faz vídeos em 720 linhas (HD). A tela usa tecnologia clearblack (patente da Nokia, que oferece melhor visibilidade em ambientes claros) e com LCD IPS. A resolução é de 1080 x 1920 e o vidro usa a tecnologia Gorilla 2 que é resistente a arranhões.

Em conectividade, ele aceita redes 3G e 4G, Wi-Fi 802.11b/g/n e Bluetooth 4.0. Entre os apps pré-instalados merecem destaque o Nokia StoryTeller, que organiza as fotos de acordo com a localização geográfica onde foram feitas criando um mapa interativo, e o Mix Radio, um serviço de streaming de música gratuito e com acesso ilimitado. O usuário pode escolher entre gêneros musicais ou playlists específicas criadas por especialistas, e até mesmo baixar músicas para ouvir depois quando estiver offline.

Desempenho


O Lumia 1520 usa configuração top-de-linha, portanto, eu já esperava que rodasse qualquer aplicativo sem lags ou demora para ser carregado. E foi o que aconteceu. Todos os aplicativos que baixei, principalmente jogos sofisticados em gráficos, que usam bastante tempo da CPU e GPU, rodaram sem problemas. A tela tem alta sensibilidade ao toque e as passagens entre elas são bastante suaves. As cores são muito nítidas e a resolução full HD exibe o conteúdo sem deixar espaço entre os pixels.

Jogamos Asphalt 8 com ótima experiência de jogabilidade. A tela grande também eleva a experiência dde jogar ou assistir a um vídeo. O uso do pacote Office na tela grande é outro ponto de destaque, pois é muito mais confortável de visualizar o texto e usar o teclado virtual.

Usabilidade


O Windows Phone aproveita a tela de 6 polegadas do Lumia 1520 e usa três colunas de ícones em vez de duas como nos Lumias vistos até hoje. Isso é interessante porque é possível fixar mais atalhos na tela inicial. A tela também é ótima para jogar e ver filmes, pois a experiência visual é nem melhor em telas maiores. Obviamente, é bem melhor ver detalhes numa tela grande. Jogos do tipo tower defense, que apresentam muitos objetos na mesma tela, são bem mais interessantes de jogar na tela do Lumia 1520, pois é possível enxergar detalhes mais facilmente.

Mas usar o Lumia 1520 com apenas uma das mãos é algo quase como fazer malabarismo. Segurar o telefone e ter que usar o polegar para tocar em um dos cantos da tela é como fazer alongamento máximo do dedo, mesmo para quem tem mão grande. Mesmo assim, para conseguir tocar no canto da tela é preciso segurar o telefone mais para cima, o que acaba fazendo a gente tirar a mão da base e o telefone pode cair.

Em compensação, usar o aparelho com as duas mãos é muito confortável, o que leva a crer que o Lumia 1320 foi feito realmente para o público que gosta de telas grandes. Para mim, o maior problema foi usá-lo em público. Chama a atenção da mesma forma como se eu estivesse segurando um tablet. Tirar fotos era o teste que mais chamava a atenção.

Fazer chamadas já não era tão complicado ergonomicamente falando, já que é confortável apenas segurar o aparelho com uma das mãos.

Câmera, o xodó do Lumia 1520


A câmera é um destaque desse aparelho. Ela não apenas tira fotos em 20 megapixels, mas vem com um conjunto de seis lentes Carl Zeiss, tem estabilização por hardware e usa a tecnologia PureView, patenteada pela Nokia. Nesta tecnologia, o software condensa mais pixels no local em que caberia apenas um pixel. Dessa forma, o sensor tem o benefício de obter boas fotos mesmo em baixa luminosidade, pois este processo de sobreposição de pixels acaba fechando espaços que haveriam entre os pixels.

O software tem recursos de ajustes presentes em telefones com configuração top de linha da Nokia, como é o caso do Lumia 1020 e 925. Então é possível brincar com o ISO em ambientes mais escuros e também fazer efeitos de rastro ajustando o tempo de abertura da lente e deixando o Lumia em um tripé (ou, ao menos, imóvel para tirar a foto).

Também está presente o modo smart, que é bem interessante para situações específicas. Este modo é ótimo para capturar cenas de muito movimento. Primeiro ele tira várias fotos de modo muito rápido de alguma cena. Em seguida escolhemos o tipo de efeito que será inserido. O destaque vai para o efeito sequência em que se captura vários momentos do mesmo objeto ou pessoa e o software monta a sequência em uma única foto. O efeito fica muito interessante porque o fundo não é alterado. É possível também capturar aquele momento espontâneo de uma pessoa e depois alterar a face com a foto em que ela saiu melhor.

O vídeo tem qualidade full HD e é feito em 30 quadros por segundo. E essas caracteristicas garantiram um resultado muito bom no Lumia 1320, com imagem estabilizada e muito nítida.

Aplicativos e o Windows Phone versão Black


O Windows Phone vem melhorando na quantidade de aplicativos. Ainda está um tanto devagar, mas ao menos, estamos notando movimentos. O importante é que aplicativos famosos, como Office, dropbox, onedrive, Instagram (ainda na versão beta, mas funciona bem), facebook, Twitter, Evernote, contas de email, mapas e navagação por voz, estão presentes e nos permitem trabalhar e compartilhar conteúdos de forma integral, sem haver prejuízos quanto a isso. O aplicativo App social é uma boa fonte de busca de aplicações, além da loja oficial do Windows Phone.

Interessante destacar o Here Maps, da própria Nokia, que permite baixar os mapas e assim não é preciso usar a rede celular para carregá-los. Isso facilita muito em locais em que o sinal não está presente ou está ruim.

A versão Black do Windows Phone traz algumas facilidades com destaque para as notificações na tela de bloqueio e também nos tiles de aplicativos. Agora também é possível criar pastas para os aplicativos (por meio do aplicativo Pasta de Aplicativos) e assim agrupar apps de mesma categoria, como fotos, por exemplo. Outro destaque é a capacidade de fechar aplicativos na tela multitarefa, o que é bom para não ficar consumindo bateria e processamento. São pequenos avanços, é verdade, mas o fato é que notamos que o Windows Phone está ficando mais amigável. Espera-se grandes mudanças para a versão do Windows Phone 8.1, em que o Lumia 1520 já está escalado para receber.

Multimídia


A tela de seis polegadas é ótima para ver filmes ou vídeos no Youtube. A qualidade do áudio também é ótima, ainda mais se usar fone de ouvidos. A Nokia traz a vantagem em seus aparelhos do recurso de equalização, o que permite ajuste mais fino do áudio. Outro ponto a favor do Lumia 1520 é que ele possui quatro microfones; dois para a gravação em estéreo e dois que servem como auxílio para eliminar ruídos que estão à volta. Ele funciona também com gravação de vídeo e, nos testes, notei muita nitidez e os ruídos que estavam próximos, como pessoas conversando, não foram captados.

Duração de bateria


O Lumia 1520 usa uma bateria de 3.400 mAh. Para um smartphone é uma capacidade alta, mesmo para um aparelho grande. Utilizamos nosso teste padrão. Tiramos o aparelho da tomada às 8 horas da manhã. Fizemos dez fotos e um vídeo de cinco minutos. Em seguida usamos o GPS por 30 minutos (com acesso a web via 4G da Vivo para carregar o mapa). Fizemos chamadas no total de 30 minutos. Navegamos na web durante três horas (acessamos sites, e-mails e redes sociais). Jogamos por 20 minutos. Assisti a vídeos no Youtube por 10 minutos. Mais 15 minutos foram usados para exibir as fotos e o vídeo feitos.

Importante dizer que deixamos o brilho da tela no automático, o que era suficiente para visualizar tudo com conforto. E boa parte do dia, o aparelho ficou em stand by. E para economizar o máximo de energia possível, desligamos a sincronização automática das redes sociais, e-mail e a procura de redes Wi-Fi, itens que consomem boa parte da energia. O Bluetooth também não foi utilizado. Nestas condições restavam 69% de energia às sete e meia da noite.

E continuei a usar o smartphone com o mesmo padrão de teste por durante mais um dia e meio até a bateria se esgotar. Note que este é um teste de uso moderado, bem próximo do que usaríamos no cotidiano. Nenhum dos smartphones que testamos até a data de publicação deste review durou tanto assim. É realmente uma marca impressionante para um smatphone com tela desse tamanho.

Nokia Lumia 1520: smartphone com tela de 6 polegadas e Windows Phone

Detalhe do design: mesmo os slots de chip de telefonia e de armazenamento externo seguem a linha clean do aparelho

Conclusão

Rene RibeiroPor: Rene Ribeiroem 25/4/2014

O Lumia 1520 é uma opção de smartphone com tela grande (6 polegadas) e com sistema Windows Phone. O desempenho dele é alto, pois tem configuração top-de-linha. A tela grande oferece a vantagem de oferecer uma experiência melhor para jogos, vídeos e também de produtividade, devido ao tamanho da tela. A tela inicial também ganhou uma coluna a mais para os atalhos de aplicativos, já que possui mais de 8 cm de largura. A câmera é outro destaque. Tira fotos em 20 MP, tem estabilizador óptico, um conjunto de seis lentes Carl Zeiss e tecnologia PureView, que ajuda a tirar fotos em ambientes com menos luz. O software permite ajustar manualmente o tempo de abertura, o ISO, macro e foco infinito, o que dá para brincar bastante com as fotos. Outro destaque é Smart cam, que insere vários efeitos de edição de modo muito rápido com resultados ótimos. Bom dizer que a loja Windows tem muitos aplicativos bons para a câmera. A telona também oferece uma boa experiência para os mapas, pois a visualização é obviamente mais vasta. A duração da bateria impressionou com seus 2 dias e meio seguidos de uso sem precisar de uma tomada. Para quem esperava um telefone de tela grande, ótima câmera e com Windows Phone, está aí uma boa opção.

Contras:

- Não tem customização no sistema que ajude a operar com apenas uma das mãos.
- loja de apps melhorou com apps populares, mas ainda precisa de mais opções.

Prós:

- Tela oferece ótima experiência para jogos, vídeos e produtividade;
- excelente duração de bateria;
- ótima câmera;
- ótimo desempenho para qualquer aplicativo

Opinião dos Consumidores

9Baseada em 37 opiniõesEnvie sua opinião
Qualidade
          10
Funções e Características
          9
Facilidade de Uso
          9
Duração da Bateria
          9
Durabilidade
          9
Display
          10
Design
          9
Custo-Benefício
          7
Câmera
          10
89%Dos consumidores recomendam este produto

O que dizem os consumidores sobre esse produto:

Comparando com os concorrentes

 
Produto
Smartphone Sony Xperia Z Ultra
Smartphone Nokia Lumia 1520
PreçoAvise-me quando estiver disponívelAvise-me quando estiver disponível
Prós
  • Tela de alta qualidade

  • Bom desempenho

  • Suporte ao 4G brasileiro

  • Câmera de qualidade

  • TV digital

  • Tela oferece ótima experiência para jogos, vídeos e produtividade;

     

  • Excelente duração de bateria;

     

  • Ótima câmera;

     

  • Ótimo desempenho para qualquer aplicativo.

Contras
  • Acabamento frágil

  • Câmera sem flash

  • Grande demais

  • Não tem customização no sistema que ajude a operar com apenas uma das mãos.

     

  • Loja de apps melhorou com apps populares, mas ainda precisa de mais opções. 

Tela, acabamento e desempenho

A tela de 6,4 polegadas, com resolução full HD (1920 x 1080), garante qualidade às imagens. O acabamento é de alto nível, com vidros na parte da frente e de trás, além da lateral feita com metal. O processador quad-core Snapdragon 800 de 2,2 GHz e a memória RAM de 2 GB desempenham ótimo papel. O armazenamento é de 16 GB, com expansão de até 64 GB.

A tela full HD de 6 polegadas reproduz ótimas imagens com muitos detalhes. O design monobloco é feito de policarbonato. O processador Quad-core Snapdragon 800 de 2,2 GHz e a memória RAM de 2 GB apresentam desempenho impecável, sem lags ou travamentos. A memória interna de 16 GB tem capacidade de expansão de até 64 GB com microSD.

Conectividade, câmeras e bateria

O Xperia Z vem com Wi-Fi, Bluetooth 4.0, 4G, MHL, NFC e GPS. As câmeras traseira de 8 MP e a  frontal de 2 MP são capazes de gravar em full HD (1080p). Nos propósitos a que são designadas, ambas desempenham um ótimo papel, com bons resultados. A bateria de 3050 mAh tem autonomia média de um dia, com uso moderado principalmente da conectividade.

Temos Wi-Fi, 4G, Bluetooth 4.0, NFC e entrada microUSB. A câmera principal tem 20 MP, flash LED e filma em full HD. Ela tira ótimas fotos, até mesmo em ambientes pouco iluminados. A frontal tem 1.2 MP e grava em HD. Com 3400 mAh de bateria, o aparelho tem alta capacidade de performance (em nossos testes, das 8h às 19h30, restaram 69% de carga).

Ficha técnica

Informações Básicas
TipoSmartphone
MarcaNokia
LinhaLumia
Modelo1520
ChipsSingle Chip
Câmera
Câmera Traseira20 Megapixels
Funções da CâmeraDetector de Rosto, Panorama, Posição Geográfica
Câmera Frontal1.2 Megapixels Frontal
Tela
Tamanho da Tela6.0 polegadas
Tipo de TelaIPS LCD
Resolução1080 x 1920 Pixels
Hardware
ProcessadorQualcomm Snapdragon 800 MSM8974
Velocidade do Processador2.2 GHz
Memória Interna32 GB
EntradasFone de Ouvido, USB 2.0
Software
Sistema OperacionalWindows Phone
Características e Conectividade
InternetWi-Fi
RecursosBluetooth, MP3 Player, Rádio
Bateria
Bateria3400 mAh
Autonomia em Stand-by768 Horas
Dimensões
Largura85,4 mm
Altura162,8 mm
Profundidade8,7 mm
Peso209 g