Smartphone Motorola Razr D3 XT920 Desbloqueado

Motorola Razr D3 tem desempenho de gente grande e preço de gente pequena

  • Smartphone Motorola Razr D3 XT920 Desbloqueado

"Smartphone tem ótimo desempenho, tela de 4 polegadas, traz Android 4.1 e o preço é competitivo"

iPad Air 2

Avalie esse produto e concorra a um iPad

Avalie e Participe
Você está querendo trocar aquele aparelho velho que só faz ligação e manda SMS por um smartphone bom e barato? Num mundo onde os modelos topo de linha são caríssimos, a Motorola conseguiu produzir o Razr D3, um celular com ótimo desempenho, Android 4.1.2, opções entre um ou dois chips, design característico da família Razr e um preço extremamente bacana. Vamos conferir quais são os pontos bons e ruins desse modelo.

Desempenho de gente grande


Equipado com um processador Dual-Core de 1,2 GHz com arquitetura ARMv7, GPU PowerVR SGX 531 e 1 GB de memória RAM, o Motorola Razr D3 surpreende. O sistema operacional é o Android 4.1.2 (mais conhecido por Jelly Bean), e a fabricante garantiu que o celular já está preparado para receber o upgrade da próxima versão do Android. A interface é bastante agradável, existem diversas maneiras de personalizar menus e criar pastas com vários aplicativos dentro delas. Além disso, o D3 conta com o Google Now, um serviço que junta diversas informações em tempo real sobre o trânsito na cidade, sobre a pontuação do seu time de futebol, a previsão do tempo, e ainda recebe lembretes de todos os seus compromissos e aniversários do dia.

Nos testes de desempenho, realizamos diversas medições. Na transição de menus, ao abrir e fechar aplicativos, o smartphone da Motorola não sofreu com engasgos. Deixamos diversos aplicativos rodando ao mesmo tempo (multitarefa) e tudo fluiu uma beleza. Com jogos casuais, como Angry Birds, Jetpack Joyride e Bad Piggies, não tivemos nenhum problemas. Já com os games Beach Buggy Blitz e Temple Run 2 notamos alguns tropeços, mas nada que atrapalhasse e irritasse. Mas com o novo Real Racing 3 as travadas são fortes e a jogabilidade fica muito prejudicada.

Fizemos também alguns testes com benchmarks sintéticos. Instalamos e rodamos os aplicativos Antutu e Quadrant (ambos disponíveis no Google Play). O primeiro, que avalia o Motorola Razr D3 no processamento aritmético e gráfico, anotou 7496 pontos. O segundo, que mede a capacidade de processamento de aparelhos Android, o smartphone marcou 3334 pontos. Compare esses resultados com outros aparelhos na página de reviews do Bondfaro.

Outros dois testes com benchmarks são o Nenamark1 e Nenamark2. Em ambos é medida a taxa de quadros por segundo que o smartphone é capaz de reproduzir. É bom salientar que o ideal são 30 FPS para que não haja nenhum tipo de engasgo. No caso do D3, ele atingiu 56,2 e 28 FPS, respectivamente, um resultado abaixo do esperado. Compare esses resultados com outros aparelhos na página de reviews do Bondfaro.

Conexões não faltam


Logo de cara já notamos que esse Razr tem um espaço de armazenamento interno de 4 GB, mas apenas 2,33 GB estão disponíveis para o usuário instalar aplicativos, baixar músicas, vídeos e fotos. Para amenizar isso, o telefone conta com um slot para
cartões microSD, onde pode ser inserido um modelo de até 32 GB. Nenhum exemplar acompanha a embalagem.

Um detalhe que notamos é que quando a memória interna fica cheia, não é possível mais instalar aplicativos no D3. No cartão microSD você poderá colocar fotos, músicas e vídeos, mas aplicativos nem pensar. Ainda existe uma opção para selecionar aonde serão gravados, mas mesmo selecionando ?Cartão SD? nada se resolveu. Não é possível nem mover os aplicativos para o armazenamento móvel.

O Razr D3 utiliza chip SIM normal e no quesito conectividade o telefone é um prato cheio com 3G, Wi-Fi b/g/n, AGPS (sinal pega rapidamente e navegação por voz funcionou bem), Bluetooth 4.0, Wi-Fi Direct e NFC (recurso que permite transações simplificadas, troca de dados e conexões sem fio entre dois dispositivos próximos um ao outro). Infelizmente, o aparelho não conta com uma saída de vídeo microHDMI.

Na medida certa


Talvez, o tamanho ideal para uma tela nos dias de hoje seja o de 4 polegadas. Não é nem tão grande, nem tão pequena. O smartphone da Motorola apostou nessas dimensões e com 480 por 800 pixels e tecnologia Gorilla (resistente a riscos e arranhões), o visor mostrou boa sensibilidade. Com toques precisos, a resposta aos comandos é muito boa. As imagens se mostraram muito bonitas. O brilho é bom e mesmo em lugares com muita luz a visualização é ótima. O teclado QWERTY virtual tem teclas com bom tamanho e dá para digitar numa boa. Os botões do Android (Voltar, Home e Multitarefas) fazem parte da tela.

Pesando apenas 120 gramas e tamanho reduzido (6 cm de largura, 1 cm de espessura e 11,9 de altura), o design do D3 segue a linha da família Razr. Com bom acabamento feito de plástico resistente, a traseira é toda texturizada e lembra os modelos Razr com Kevlar, só que o D3 não possui isso. A ergonomia é boa, não escorrega da mão e riscos indesejados não aparecerão tão facilmente.

No quesito físico, o smartphone da Motorola traz um conector P2 para headset (na parte superior), controle de volume e botão liga/desliga (lateral direita), porta microUSB e slots para SIM e cartão microSD (lateral esquerda). Esses dois últimos são protegidos por uma tampa. A tampa traseira não é removível, ou seja, não dá para retirar a bateria.

Cadê o player?


Colocamos músicas e vídeos no Razr D3, mas para nossa surpresa não há um player nativo. Então baixamos o Real Player mesmo e conseguimos reproduzir os seguintes formatos: MP3, WAV, WMA e eAAC+ (áudio) e MP4, H.264, H.263 e WMV (filmes). Se você gosta de rádio FM, isso está presente. Nos testes, o som do alto-falante não é muito forte e os graves estão ausentes. Os fones de ouvido produzem um áudio baixo e com pouca qualidade.

A câmera de 8 megapixels desse aparelho produziu fotos com qualidade excelente graças ao sensor BSI (Back Side Illumination), que capta mais luz e permite que você produza imagens de qualidade mesmo em ambientes com pouca iluminação. As fotos atingem resolução máxima de 3264 por 2448 pixels e ainda grava vídeos em HD, ou seja, 720 pixels. É possível clicar fotos com HDR. A câmera frontal tem resolução de 1,2 megapixel.

Nos testes comprovamos tudo o que foi dito pela fabricante. As fotos apresentaram qualidade superior ao que vemos comparado a outros smartphones. O equilíbrio entre brilho e contraste é bom, a nitidez é excelente (mesmo nas fotos Macro), e nas imagens em locais de baixa iluminação conseguiu um resultado decente. O Razr ainda produz fotos panorâmicas e os vídeos também se saíram bem.

Autonomia de respeito


A Motorola resolveu inserir uma bateria de 2000 mAh no Razr D3 e mesmo realizando diversas tarefas, o celular aguentou firme. Durante nossos testes, deixamos ligado durante todo o dia 3G ou Wi-Fi (quando disponível), lemos notícias na internet, baixamos apps na Google Play, jogamos, fizemos e reproduzimos fotos e filmes, algumas ligações e utilizamos aplicativos de escritório. Tiramos o celular da tomada às 11 da manhã e às 8 da noite ainda restavam 54% da bateria. Ou seja, o D3 aguenta numa boa um dia intenso de trabalho. Se você não utilizar muito, dá para virar o dia com carga ainda.

Visão geral do Motorola Razr D3.

Destaque das conexões laterais de microSD, microUSB e SIM.

Conclusão

Renan FrizzoPor: Renan Frizzoem 8/4/2013

Sim, a Motorola deu um tiro certeiro ao lançar o Razr D3. O smartphone tem um desempenho acima da média para a categoria de intermediários, preço que fará muito consumidor colocar a mão no bolso e já vem preparado para receber a próxima atualização do sistema operacional. Outro detalhe é a boa qualidade das fotos. Alguns pontos negativos são a limitação do Android em não permitir a instalação de apps no cartão microSD, os fones de ouvido tem baixa qualidade e uma saída miniHDMI seria bem-vinda.

Contras:

- Versão do Android não permite instalar, nem mover aplicativos para o cartão microSD;
- Som do alto-falante e dos fones de ouvido decepcionam;
- Não possui saída de vídeo miniHDMI, nem player de música e vídeo nativo.

Prós:

- Custo/benefício atraente graças ao ótimo desempenho por um preço bacana;
- Smartphone está preparado para receber próxima atualização do Android;
- Bateria aguenta bem o tranco do dia-a-dia e fotos ficam muito boas.

Opinião dos Consumidores

9Baseada em 647 opiniõesEnvie sua opinião
Funções e Características
          9
Facilidade de Uso
          9
Duração da Bateria
          8
Durabilidade
          9
Display
          9
Design
          8
Custo-Benefício
          10
Câmera
          9
Publicidade
93%Dos consumidores recomendam este produto

O que dizem os consumidores sobre esse produto:

Comparando com os concorrentes

 
Produto
Smartphone Samsung Galaxy Grand Duos GT-I9082L Desbloqueado
Smartphone Motorola Razr D3 XT920 Desbloqueado
PreçoR$ 1.654,00Avise-me quando estiver disponível
Posição no Ranking de
Celular e Smartphone
17°de 245-
Prós
  • Bom desempenho;

     

  • Ótima tela (definição e resposta ao toque);

     

  • Ótima câmera. 

  • Custo/benefício atraente graças ao ótimo desempenho por um preço bacana;

     

  • Smartphone está preparado para receber próxima atualização do Android;

     

  • Bateria aguenta bem o tranco do dia-a-dia e fotos ficam muito boas.

Contras
  • Tampa frágil;

     

  • Usa chips SIM tamanho grande.

  • Versão do Android não permite instalar, nem mover aplicativos para o cartão microSD;

     

  • Som do alto-falante e dos fones de ouvido decepcionam;

  • Não possui saída de vídeo miniHDMI, nem player de música e vídeo nativo.
Tela, acabamento e desempenho

A tela de LCD tem 5 polegadas e resolução de 480 x 800 pixels. Parecido com o S3, tem acabamento em plástico e vidro resistente. Equipado com processador Exynos dual-core de 1,2 GHz, 1 GB de RAM e 8 GB de armazenamento interno (apenas 3,94 GB disponíveis ao usuário), pode expandir até 64 GB via micro SD. Apresenta bom desempenho, sem travamentos.

A tela de 4 polegadas tem resolução 480 x 800 pixels, vidro resistente e bom brilho mesmo em locais com muita luz. Possui acabamento em plástico e é ergonômico. Vem com processador Dual-Core de 1,2 GHz, 1 GB de RAM, 4 GB de armazenamento interno (2,33 GB disponíveis ao uso) e slot de expansão de até 32 GB. Apresenta ótimo desempenho, sem engasgos. 

Conectividade, câmeras e bateria

Possui Wi-Fi, Bluetooth, 3G e é dual chip - é possível fazer combinação entre as redes. A câmera traseira vem acompanhada do flash LED, fotografa em 8 MP e filma em Full HD. A frontal tem 2 MP e filma em 720p. Destaque para os recursos de cenas e as anotações atrás das fotos. Em nossos testes, a bateria de 2100 mAh suporta até 15h de uso moderado.

Vem com 3G, Wi-Fi, Bluetooth, AGPS, Wi-Fi Direct, NFC (troca de dados por proximidade) e opção para um ou dois chips. A câmera principal faz fotos em 8 MP, com bom equilíbrio entre brilho e contraste e ótima nitidez, e grava em HD (720p). Já a frontal, fotografa em 1,2 MP e não faz vídeos. A bateria de 2000 mAh suporta bem um dia de uso intenso.

Ficha técnica

Informações Básicas
TipoSmartphone
MarcaMotorola
ModeloRazr D3 XT920
OperadoraDesbloqueado
Chips2 Chips
Funcionalidades
Funções ExtrasAgenda, Calendário, Gravador de Voz, MP3 Player, Rádio, Reproduz Vídeo, Viva Voz
Características
Memória Interna4096 MB
Câmera
Resolução da Câmera8.0 Megapixels
Resolução de Vídeo720 (HD)
Câmera Secundária1.2 Megapixels
Funções da CâmeraFlash, Foco Automático, HDR, Posição Geográfica
Software
Sistema OperacionalAndroid
VersãoJelly Bean 4.1
Processador
ProcessadorDual Core
Velocidade do Processador1200 MHz
Tela
Tamanho da Tela4.0 polegadas
Tipo de TelaTFT
Resolução480 x 800 Pixels
Conectividade
ConexõesBluetooth, EDGE, Fone de Ouvido, GPRS, NFC, USB, Wi-Fi
Especificações Técnicas
Bateria2000 mAh
Dimensões
Largura59.8 mm
Altura119,3 mm
Profundidade9,8 mm
Peso120 g