Smartphone Motorola Razr D1 XT918 Desbloqueado

Motorola Razr D1 traz TV digital e Android 4.1.2

Smartphone Motorola Razr D1 XT918 Desbloqueado

"Smartphone possui ótimo custo/benefício, tela de 3,5 polegadas e bom desempenho para um modelo de entrada"

33° de 241 no Ranking de: Celular e Smartphone
Gosta de assistir TV enquanto está no transporte público? Curte tecnologia e passa longe daqueles aparelhos meia boca? Pois então eis que a Motorola lançou um aparelho barato, com bom desempenho, Android 4.1.2, opção de escolha entre modelos com um ou dois chips e design muito semelhante ao Razr D3. Vamos saber por que o Razr D1 também é um sucesso de vendas.

Surpreende no desempenho


Com um processador Single Core MediaTek MT6575M de arquitetura ARM Cortex-A9 de 1 GHz, GPU PowerVR SGX 531 e 1 GB de memória RAM, o Motorola Razr D1 fez bonito. Equipado com o Android 4.1.2 (famoso pelo codinome Jelly Bean), a fabricante afirmou que o aparelho já está pronto para receber o upgrade da próxima versão do Android. A interface é agradável, dá para personalizar menus e criar pastas com vários aplicativos dentro delas. Fora isso ainda existe o Google Now, um serviço que reúne várias informações (em tempo real) sobre o trânsito na cidade, a previsão do tempo, recebe lembretes de todos os seus compromissos e aniversários do dia, entre outros.

Em nossos testes, começamos pelo básico, que são as medições nas transições de menus, abrindo e fechando aplicativos, e o smartphone da Motorola se portou bem nessas condições. Mesmo com muitos programas abertos e rodando ao mesmo tempo (multitarefa), tudo fluiu numa boa. Nos jogos mais simples como Cut the Rope, Subway Surf e Angry Birds Star Wars, algumas pequenas engasgadas ocorreram, mas nada que atrapalhasse. O mesmo aconteceu em games como Beach Buggy Blitz e Temple Run 2. No Dead Trigger, também existem alguns tropeços, mas o que realmente incomoda é o tamanho da tela e a sensibilidade não muito apurada (mas dá para se divertir). Finalmente com o novo Real Racing 3, as travadas são fortes e a jogabilidade fica muito prejudicada.

Já nos testes com benchmarks sintéticos, instalamos e rodamos os aplicativos Antutu e Quadrant (os dois podem ser baixados gratuitamente no Google Play). O primeiro, que avalia o Motorola Razr D1 no processamento aritmético e gráfico, anotou 6461 pontos. O segundo, que mede a capacidade de processamento de aparelhos Android, o smartphone marcou 2494 pontos. Resultados um pouco abaixo do D3.

Outros dois testes com benchmarks são o Nenamark1 (simula jogos com gráficos simples) e Nenamark2 (simula jogos com gráficos avançados). Nos dois apps são medidas a taxa de quadros por segundo reproduzidas pelo smartphone. O ideal são 30 FPS para que não acontecer nenhum tipo de engasgo. Com o Razr D1, as marcas de 57,4 e 32,6 FPS, respectivamente, foram resultado melhores que seu irmão mais parrudo. Compare esses números com outros smartphones na página de reviews do Bondfaro.

Não dá para instalar apps no cartão


Assim como o D3, o Motorola Razr D1 traz 4 GB de armazenamento interno de 4 GB, mas apenas 2,31 GB estão disponíveis para o usuário instalar aplicativos, baixar músicas, vídeos e fotos. Pelo menos, o celular traz um slot para cartões microSD que suporta modelos de até 32 GB. Pena que nenhum exemplar acompanha a embalagem.

É bom lembrar que não é possível mais instalar aplicativos no D1 quando a memória interna fica cheia. Mas aí você me pergunta: e o cartão microSD? Pois é, a Motorola informou que "a instalação de aplicações no cartão de memória é suportado apenas em algumas versões do Android, sendo que no Jelly Bean, este recurso não está disponível". O microSD servirá para fotos, vídeos, músicas e documentos.

O Razr D1 utiliza chip SIM normal e na conectividade o smartphone está bem servido. Estão presentes 3G, Wi-Fi b/g/n, AGPS (sinal é captado rapidamente e navegação por voz funcionou bem) e Bluetooth 4.0.

Corpo menor, tela menor


Portador de uma tela LCD de 3,5 polegadas e resolução máxima de 320 por 480 pixels (a baixa resolução deixou perceptível os pixels na tela, o que não agrada), o Motorola Razr D1 não traz Gorilla Glass. A sensibilidade do visor é boa e os toques são precisos. Nosso único problema foi com os games. Como já falamos, no Dead Trigger o tamanho reduzido da tela nos incomodou um pouco. Outro detalhe são os botões do Android (Voltar, Home e Multitarefas) que, diferentemente do D1, não são uma extensão da tela, mas continuam sendo sensíveis ao toque. Por isso, esbarramos diversas vezes no botão Home durante os jogos, o que fazia o aparelho retornar para a tela inicial e nos irritava um pouco. O brilho é bom e a visualização é boa mesmo em lugares com muita luz.

Um pouco menor e mais leve que o D3, o D1 possui 11 centímetros de altura, 5,9 cm de largura, 1,1 cm de espessura e pesa apenas 110 gramas. Mesmo feito de plástico, o acabamento é bom e a traseira toda texturizada lembra os modelos Razr com Kevlar, mas assim como o D3, esse celular também não traz essa peculiaridade. A ergonomia é boa e a textura traseira dificulta o aparelho escorregar da mão.

Na parte física, encontramos no smartphone da Motorola traz um controle de volume e botão liga/desliga na lateral direita, porta microUSB do lado esquerdo e conector P2 para headset na parte de cima. Como a tampa traseira pode ser removida, temos acesso à bateria e aos slots para SIM e cartão microSD.

TV quebra o galho


Um destaque do smartphone da Motorola é a presença do sintonizador de TV digital e analógica. Para isso, é necessário plugar uma antena externa no conector P2 (que vem junto na embalagem). O sinal pega bem e a TV analógica quebra o galho aonde não pegar o digital. O problema é que a imagem não fica muito boa.

Sim, nada de player de música e vídeo no D1. Então repetimos a operação que fizemos no Razr D3, instalamos o Real Player e rodamos os seguintes formatos: MP3, WAV, WMA e eAAC+ (áudio) e MP4, H.264, H.263 e WMV (filmes). Curte rádio FM? Também está presente, sem a necessidade de internet. Nos testes, o som do alto-falante não é muito forte e os graves estão ausentes. Os fones de ouvido produzem um áudio baixo e com pouca qualidade.

Com uma câmera de 5 megapixels, o Razr D1 produziu fotos com qualidade excelente graças ao sensor BSI (Back Side Illumination), que capta mais luz e permite que você produza imagens de qualidade mesmo em ambientes com pouca iluminação. As fotos atingem resolução máxima de 2592 por 1936 pixels, mas os vídeos atingem resolução de 720 por 480 pixels. É possível clicar fotos com HDR e não há câmera frontal.

Nos testes pudemos notar que as imagens em locais bem iluminados ficam excelentes. Já em locais com baixa iluminação, os ruídos aumentam. Acha que o flash compensaria algumas falhas? Pois é, mas infelizmente não tem flash. Mancada, né? O Razr D1 ainda produz fotos panorâmicas e os vídeos ficam com qualidade razoável e som muito abafado.

Autonomia de respeito


Com uma bateria de 1785 mAh, o Motorola Razr D1 obteve um ótimo desempenho em nossos testes. Utilizamos normalmente o aparelho durante o dia: deixamos ligado durante todo o dia 3G ou Wi-Fi (quando disponível), ouvimos música, assistimos TV, lemos notícias na internet, baixamos aplicativos na Google Play, jogamos, fizemos e reproduzimos fotos e filmes, algumas ligações e utilizamos aplicativos de escritório. No restante do dia ele permaneceu em stand by. Chegamos ao final do dia com carga tranquilamente. E se você não utilizar muito os recursos e gosta de poupar bateria, dá para chegar ao outro dia numa boa. Utilizar o app SmartActions é uma boa alternativa para economia de bateria.

Visão geral do Motorola Razr D1.

Detalhe das laterais do celular.

Conclusão

Renan FrizzoPor: Renan Frizzoem 16/5/2013

A Motorola acertou em cheio nos dois novos smartphones da família Razr e o D1 possui um ótimo custo/benefício para um aparelho de entrada. Com TV digital integrada, bom desempenho e bateria que aguenta bem o dia todo, o celular tropeça em pequenos detalhes como a ausência de flash, vídeo com baixa resolução e botões do Android que não fazem parte do visor.

Contras:

- Não possui flash;
- A qualidade dos vídeos gravados é baixa;
- Os botões do Android são sensíveis e esbarramos neles frequentemente, o que irrita um bocado, principalmente em jogos.

Prós:

- TV digital e analógica integrada;
- Bom desempenho;
- Celular traz Android 4.1.2 e já vem preparado para receber próxima versão.

Opinião dos Consumidores

9Baseada em 626 opiniões
Som
          10
Funções e Características
          9
Facilidade de Uso
          9
Duração da Bateria
          7
Durabilidade
          9
Display
          8
Design
          8
Custo-Benefício
          10
Câmera
          8
94%Dos consumidores recomendam este produto

O que dizem os consumidores sobre esse produto:

Nota 9Chegou o meu!!  -  16/03/2013

Comprei na Fnac R$512 em 5 x dia 13 a noite, e agora as 11:40 já chegou! incrível!! (sou de BH)

O aparelho é muito bonito, custo beneficio excelente!!
Facilidade de uso com certeza , tem Android, então né, só elogios!
Todas a Funções que eu gostaria de utilizar da loja play ate agora bacana, funcionando que é uma beleza!
Câmera bakana, nem to sentindo falta do flash. E pelos recurso e o preço! ótima aquisição. recomendo!!!
Quanto a bateria até então dentro da normalidade dos smartphones, muito bom.
A tv funciona perfeitamente. INDICO!
Ia comprar o concorrente que vai ser vendido a partir de segunda, mas com certeza não me arrependi. (sony e dual).

Nota 9Show!!  -  20/03/2013

Troquei um Galaxy S Duos pelo Razr D1 e não me arrependi. Excelente tempo de resposta em navegação, nas funções do aparelho... Camera sem flash mas com escelente qualidade. Muito bom mesmo. Recomendo. Galaxy nunca mais.

Nota 9QUALIDADE GOOGLE DÁ NOVA DIREÇÃO Á MOTOROLA!   -  15/03/2013

Eu certamente comprarei este smartphone, possui um ótimo o custo beneficio com algumas configurações presentes apenas em aparelhos top de linha. Com processador de 1 gb, 4 gb de mem. interna, 1gb de mem. ram e câmera de 5 mp com alguns recursos inovadores. Na faixa de R$ 549, 00 não há outro com estas configurações!

Nota 9Muito bom este aparelho, excelente. Recomendo!  -  16/03/2013

Comprei na Fnac R$512 em 5 x dia 13 a noite, e agora as 11:40 já chegou! incrível!! (sou de BH)

O aparelho é muito bonito, custo beneficio excelente!!
Facilidade de uso com certeza , tem Android, então né, só elogios!
Todas a Funções que eu gostaria de utilizar da loja play ate agora bacana, funcionando que é uma beleza!
Câmera bakana, nem to sentindo falta do flash. E pelos recurso e o preço! ótima aquisição. recomendo!!!
Quanto a bateria até então dentro da normalidade dos smartphones, muito bom.
A tv funciona perfeitamente. INDICO!
Ia comprar o concorrente que vai ser vendido a partir de segunda, mas com certeza não me arrependi. (sony e dual).


Nada contra até o momento!

Ficha técnica

Informações Básicas
TipoSmartphone
MarcaMotorola
ModeloRazr D1 XT918
OperadoraDesbloqueado
Chips2 Chips
Funcionalidades
Funções ExtrasAgenda, Calendário, Comando de Voz, Despertador, Gravador de TV, Gravador de Voz, MP3 Player, Rádio, Reproduz Vídeo, TV Digital, Viva Voz
AplicativosE-mail, GPS, Redes Sociais, Visualizador de Documentos
Mensagens EscritasMMS (texto, som, imagem), SMS (texto)
Tipo de ToqueMP3, Vibracall
Câmera
Resolução da Câmera5.0 Megapixels
Funções da CâmeraFoco Automático, HDR
Tela
Tamanho da Tela3.5 polegadas
Tipo de TelaHVGA LCD
Características
Tipo de TecladoVirtual
Formato do AparelhoBarra
BandaQuadri-Band
Memória Interna4096 MB
Processador
Velocidade do Processador1000 MHz
Software
Sistema OperacionalAndroid
Versão4.1
Conectividade
ConexõesBluetooth, Fone de Ouvido, USB, Wi-Fi
Especificações Técnicas
BateriaLi-Ion
Dimensões
Largura59 mm
Altura110 mm
Profundidade10,99 mm
Peso110 g

Histórico de preços

Histórico de preços

Cadastrar Alerta de PreçoAlerta de Preço
Me envie um e-mail quando o preço chegar a: